O que sua empresa pode ganhar com transparência?

DINHEIRO: Participar de licitações.
CREDIBILIDADE: Propagar seu manual de Compliance.
RETER TALENTOS: Democratizar sua governança.

Como é a situação atual

Tanto em licitações como em parceria de gestão com a administração pública é necessária à comprovação de um programa de Compliance tanto para OSC como para empresas com fins lucrativos.

Com a recessão atual, todos estão com necessidade de mais clientes, mais serviços, mais vendas e mais doações. Portanto, se comprovada uma gestão transparente, você terá mais facilidade para atingir seus objetivos.

Atualmente a gestão transparente está substituindo aquela gestão antiquada que retinha informações e acreditava que não se devia falar abertamente sobre números, estratégias e contratos com sua equipe. Essa substituição de mentalidade tem trazido muito sucesso para as organizações.

Melhoria do controle de gastos

Quando as contas (e seu peso nos resultados) são tratadas em aberto, fica fácil ver eventuais pontos de desvio e de melhoria. Um colaborador que sabe que seus gastos corporativos estão abertos aos demais, tem mais cuidado, é mais criterioso e usa de parcimônia na hora de utilizar os recursos que estão à sua disposição.

Além disso, se existe transparência no controle de gastos, os colaboradores têm a segurança de saber que estão sendo tratados com isonomia.

Por que optar pela gestão transparente?

Hoje são valorizados os times em que o gestor está presente, junto com sua equipe, dividindo o mesmo ambiente. Pode parecer algo simples, mas são atitudes assim que demonstram parceria no dia a dia sendo a transparência a base da confiança. Sem ela não há comprometimento, engajamento, esforço em equipe.

A transparência tem maior poder de retenção de talentos

A democracia e a confiança são elementos de conciliação de pessoas. Participar de avaliações periódicas dos resultados e do planejamento financeiro transmite a sensação de união. Isso porque elas se sentem responsáveis pelos resultados e vão fazer de tudo para que eles sejam positivos.

Os funcionários mais capacitados esperam reconhecimento de sua importância e se mantêm mais engajados quando possuem autonomia, participação direta nos resultados e possibilidade de crescimento.

Portanto, para reter seus maiores talentos é necessário investir em honestidade, transparência e, sobretudo, na participação deles nos rumos da empresa.

Como colocar a gestão transparente em prática?

O papel do líder não é atuar sobre seus colaboradores como se estivesse no topo de uma pirâmide. O seu dever é estar na base, dando suporte e incentivando sua equipe. Isso significa garantir que cada um se engaje o máximo possível, evolua como profissional e explore todo seu potencial. Quanto mais competência ele tiver nessa demanda, mais a sua empresa cresce.

Nesse contexto, a gestão transparente favorece o sucesso. Os cargos dão lugar às funções que precisam ser exercidas com plenitude. Aqui, a transparência pauta as relações — que são horizontais — tornando-as mais saudáveis.

Priorize a comunicação

Para sair do discurso de que “é preciso ser transparente” e partir para a prática, as ferramentas de comunicação são as principais aliadas. Isso significa utilizar vários canais para se aproximar dos funcionários, tais como: vídeos institucionais, jornal ou periódico, manual do colaborador, palestras institucionais, entre outros.

Falamos reiteradamente sobre reuniões de desempenho, planejamento financeiro e estratégico e apresentação de resultados como formas de dividir a gestão com o colaborador. Essas são formas de incluí-los na gestão — algo fundamental para a prática da transparência.

Se você deseja obter uma avaliação da sua empresa ou OSC, oferecemos um diagnóstico gratuito – equivalente a R$ 4,8 mil – até o dia 11 de outubro de 2019. Não perca essa oportunidade de entender como anda o seu negócio!
VEJA OUTRAS NOTÍCIAS